Make your own free website on Tripod.com
 
 
............................................................................................................................................................................................
 
[Offspring no Brasil]
............................................................................................................................................................................................
 

O Offspring já esteve no Brasil por 2 vezes. A primeira foi em 1997, com 2 shows em São Paulo (Olympia), 1 no Rio de Janeiro (Metropolitan) e 1 em Curitiba (Curitiba Forum).

A segunda vez foi em 1999 com 3 shows. Um em Curitiba na Expotrade com abertura do Bad Religion, o segundo em São Paulo no Skol Rock também com abertura do Bad Religion e o terceiro no Rio de Janeiro.

Veja abaixo alguns comentários dos Shows ocorridos no Brasil, tais como
algumas fotos.

 
         » Skol Rock 99 «
............................................................................................................................................................................................
 

 

  Numa época em que as pessoas chamam Agnostic Front e Shelter de hardcore e um raio não cai sobre a cabeça deles, nada pode ser mais punk que o Offspring. De tãopunk o grupo ligou o foda-se até para as convenções do estilo- e saiu variando, tocando bem e criando melodias
boas de assobiar. Foi esse som diversificado que superlotou o Metropolitam com 11 mil adolescentes carecas e cabeludos na noite de 14 de agosto. Como acontece com muita gente que toca no Brasil pela primeira vez , os offspring babaram com a disposição dascrianças para pular durante 80 minutos - quase- ininterruptos. A festa começou com um discurso em
português de gringo recheado de coisas como "seos mêêêda" e "fiiios da puutha". Logo veio um espocar de luzes estroboscópicas de todas as cores e a banda caiu naporrada com "The Meaning of Life". Dexter entrou sem guitarra , com o microfone na mão numa postura minhoca
punk semelhante a do amigo Jello Biafra dos Dead Kennedys. Logo, público e banda caíam na mesma sessão de aeróbica. O parrudo Noodles, que estava febril, ficou vermelho como pimentão. Lá pela quinta música, o batera Ron deu sinais de cansaço. Dexter já com a guitarra em punho, chamou os fãs ao palco. "Queremos alguém paraser a pessoa you´ve gottakeep´em separated", anunciou. Uma menina e dois rapazes não conseguiram pronunciara frase (do hit "Come ou and play") de maneira inteligível e foram expulsos. Veio então outra garota , que
desempenhou a tarefa com nota máxima. A brincadeira deu uma folguinha pra Ron, que a julgar pelo corpinho, está precisando comer mais. Depois, um sofá preto foi carregado para o palco e Fitz Joy, tour manager, passou com o sinal de Intermission (intervalo). Os músicos sentaram na frente da bateria e descansaram, sendo abanados feito paxás.Sucessos como "Self Esteem" e "All I Want" ficaram para segunda parte, quando a banda brincou de tocar a introdução de "When I Come Around" do Green Day (no Olympia em SP tambémameaçaram"Enter Sandman" do Metallica). No bis, todos bem suadinhos, veio "Territorial Pissings" do Nirvana..O último detalhe punk ficou por conta de Dexter, feliz da vida fumando e tomando Heineken num camarim cheio de comida natureba e nojentas cervejas sem álcool. (Bernardo Araújo).
 
  »   Revista ShowBizz   «
  Rio de Janeiro 14/08/97
 "Apresentação no Rio leva
  milhares de fãs a loucura"
 
   

« Se voce tem mais fotos deste show, envie para nós e colocaremos aqui em nosso site!! Valeu!

 
...........................................................................................................................................................................................
 
    » Revista Metalhead «
  São Paulo 12 e 13/08/97
  Os produtores tem que perder essa mania de não divulgar a banda de abertura. Muita gente perdeu o Show do Charlie Brown Jr porque simplesmente nãosabia que eles iriam tocar. Isto é no mínimo falta de respeito com o público e com a banda. Mas vamos ao Offspring. Depois de um discurso inflamado em português com sotaque inglês , com direito a cutucadas no orgulho da moçada, o Offspring esbanjou energia e feeling. Realmente esta banda é muito boa ao vivo, a energia corre solta. Tocaram todos os hits, algumas surpresas (trechos de músicas do Metallica e um cover do Nirvana) e muito suor. A galera composta na sua maioria por jovens que não ultrapassavam a maioridade, se deliciou e se divertiu como a muito não se via. Quem perdeu que lamente agora!
 
...........................................................................................................................................................................................
 
[Mais fotos- Skol Rock 99]
         
............................................................................................................................................................................................
Sudamericana 2002 ® Todos os Direitos Reservados